quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Ay Maria!

Desde que meus pais descobriram ano passado, isso não é mais segredo para ninguém: sou fumante. Acontece que moro com uma ex-fumante (dona Rosana, a.k.a minha mãe), portanto, não posso fumar dentro de casa. Solução? Como a ventilação do apartamento é cruzada, fumo nas janelas; Sala ou cozinha, depende de onde vem o vento (mar ou Lagoa). 
O fato é que, em todos esses anos fumados nessas janelas, nunca vi uma cena TÃO BIZARRA; E olha que já passei por várias situações cômicas. Achei tão nonsense que corri para tirar fotos.

Meus amores, eis uma montagem singela sobre o que acontecia
na janela de um prédio que vejo da minha cozinha.

Não tá enxergando direito?
CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIÁ-LA.

Sim, é uma doméstica. Sim, ela está em pé amarradona na fachada do prédio. O que você, caro leitor, não está conseguindo observar é que a fofa ESTAVA DANÇANDO. SIM, A MALUCA ESTAVA DANÇANDO, PENDURADA NA JANELA, ENQUANTO LIMPAVA OS VIDROS.
Apesar da distância, não é que ela conseguiu me ver? Começou a balançar os braços, dançou o créu, fez tudo para ser notada... Aí a bateria da minha câmera acabou, me fazendo perder a melhor foto da história da minha vida. 


Sim, eu sou filha da puta e consegui enxergar a cena  apesar da quadra que nos separava e de alguns metros a mais de altura (ela no equivalente ao quarto andar e eu no décimo primeiro).

Só consigo pensar nessa música:
"Un dos tres, un pasito p' adelante Maria! Un dos, tres, un pasito p' atrás!"

Sem mais.

Um comentário: